Venha celebrar o Ano-Novo Chinês!

Venha celebrar o Ano-Novo Chinês!

Venha celebrar o Ano-Novo Chinês, a data mais importante da cultura chinesa!

 

Nesta quinta-feira, dia 04 de fevereiro, às 17:00, o Instituto Confúcio na UFRGS, em parceria com o Departamento de Difusão Cultural da UFRGS, dão início à exposição de fotos "Sinfonia em Vermelho: fotografias de Guo Jianshe". Este evento marcará a celebração do Ano-Novo Chinês.

 

A cerimônia ocorrerá no térreo do prédio da Reitoria da UFRGS, na Av. Paulo Gama, 110 (Porto Alegre). No evento, serão exibidos elementos famosos da cultura chinesa, como a caligrafia, a cerimônia do chá e o Taijiquan.

 

As fotos mostram as diferentes faces da China e de sua sociedade. As imagens são todas relacionadas à cor vermelha, elemento fundamental da cultura chinesa e da celebração do ano-novo Chinês.

 

A exposição estará aberta ao público até o dia 26 de fevereiro.

 

Esperamos todos lá!

 

 

Mais sobre o ano-novo chinês

 

O ano-novo chinês será comemorado por diversos países orientais este ano no dia 08 de fevereiro, e a diferença entre a data celebrada lá com a celebrada no ocidente se dá porque estes países asiáticos seguem o calendário chinês. 

 

O calendário chinês é um dos mais antigos sistemas cronológicos de que se tem registro, e 2016 marcará seu 4714º ano. O calendário é lunissolar, pois leva em consideração tanto as fases da lua como a posição do sol. O ano-novo chinês começa na noite da lua nova mais próxima do dia em que o sol passa pelo décimo quinto grau de Aquário.

 

Os chineses relacionam cada ciclo anual com um animal. Segundo conta uma das principais versões da lenda, Buda teria convidado todos os animais da floresta para uma comemoração de ano-novo, pois havia decidido reorganizar o calendário. Somente 12 animais apareceram, e então Buda atribuiu um ano a cada um, em ordem de chegada. Em razão disso, cada ano possui características diferentes, de acordo com o animal que o representa. 2016 será o ano do Macaco.